‘First They Killed My Father’: Filme de Angelina Jolie representará Camboja no Oscar

Longa é baseado nas memórias da ativista Loung Ung

O filme “First They Killed My Father”, ainda sem tradução para o português, dirigido pela atriz norte-americana Angelina Jolie, foi escolhido na segunda-feira, 18 de setembro, para representar o Camboja na disputa de longas que poderão concorrer ao Oscar de melhor produção estrangeira.

Produzido pela Netflix e atualmente disponível no catálogo do serviço de streaming, o filme aborda o sangrento conflito que ocorreu no país durante o regime liderado pelo Khmer Vermelho e o genocídio que se seguiu em 1975.

A história acompanha o treinamento de crianças, em especial de uma menina que é obrigada a lutar na linha de frente do exército. O roteiro é baseado nas memórias da ativista Loung Ung e foi totalmente filmado no Camboja com elenco local.

“Fizemos esse filme, principalmente, para eles”, disse a ex-mulher de Brad Pitt durante uma exibição do longa nos Estados Unidos, na última semana.

Angelina Jolie tem forte ligação com o país. A estrela de Hollywood possui cidadania cambojana e adotou um de seus filhos lá. Sua produção é exibida nos cinemas do país, mas já estreou na Netflix desde sexta-feira (15).

Entre os filmes dirigidos por Jolie estão os longas “À beira mar” (2015), “Invencível” (2014), “Na terra de amor e ódio” (2011) e o documentário “A place in time” (2007).

Entretanto, o Brasil indicou “Bingo – O rei das manhãs” para tentar concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro. A cerimônia da 90ª edição da premiação cinematográfica acontecerá em 4 de março de 2018. Já os indicados serão anunciados em 23 de janeiro.

Comentários

comentários